25
nov
09

Os fios que foram tecidos estão reunidos em Whitman e nas cores em leque de Bernard Buffet.

Le manoir aux ombelles – 1968 - oil on canvas 114 x 162 cm (Bernard Buffet)

“Pensar no tempo… pensar retrospectivamente,

Pensar no hoje.. e nas eras e eras que estão por vir.

 

Teve a impressão que não seguiria em frente? Já teve medo daqueles escaravelhos terrestres?

Teve medo do futuro não ser nada pra você?

 

Será que o hoje é nada? Será nada o passado sem origem?

Se o futuro não é nada, eles podem ser nada também.

 

Pensar que o sol se ergueu no leste…. que homens e mulheres eram ágeis e reais e vivos…. que cada coisa era real e estava viva;

Pensar que você e eu não vemos sentimos pensamos nem fazemos nossa parte,

Pensar que agora e aqui estamos fazendo a nossa parte.

 

Nem um dia se passa.. nem um minuto ou segundo sem um parto ;

Nem um dia se passa .. nem um minuto ou segundo sem um morto.

 

(…)

Pensar que os rios vão transbordar, e a neve cair e as frutas amadurecer .. e agir sobre os outros como em nós agora .. ainda assim não agir sobre nós ;

Pensar em todas essas maravilhas de cidades e países .. e outros se interessando bastante por eles, e nós nos interessando pouco por eles.

Pensar no quanto somos ansiosos quando construímos nossas casas,

Pensar que outros são tão ansiosos quanto .. e nós tão indiferentes.

(…)

O vulgar e o chique …. o que você chama de pecado e o que você chama de bondade..pensar quão grande a diferença ;

Pensar na diferença que continuará parar outros, no entanto jazemos além da diferença.

 

Pensar em quanto prazer existe !

Você sente prazer quando olha pro céu? Sente prazer com poemas?

Você se diverte na cidade? Ou metido em negócios? Ou armando uma indicação e eleição? Ou com sua mulher e a família?

Ou com sua mãe e irmãs? Ou em tarefas femininas? Ou nos lindos cuidados maternais?

 

Tudo isso também flui rumo aos outros …. você e eu fluímos em frente ;

Mas no tempo certo você e eu despertaremos menos interesse neles.

(…)

 

O que tem que ser será bom – pois o que é, é bom,

Interessar-se é bom, e não se interessar também é bom.

 

O céu continua lindo …. o prazer dos homens com as mulheres nunca será saciado.. nem o prazer das mulheres com os homens.. nem o prazer que provém dos poemas ;

As alegrias domésticas, o trabalho, o negócio diário, a construção de casas – eles não são fantasmas.. possuem peso e forma e local ;

As fazendas e os lucros e as safras .. os mercados e salários e o governo.. eles também não são fantasmas ;

A diferença entre pecado e bondade não é aparente;

A terra não é um eco …. O homem e sua vida e todas as coisas de sua vida são bem consideradas.

 

Você não está ao léu .. você se reúne com certeza e segurança ao seu redor,

De você mesmo! Você mesmo! Sempre você mesmo!

 

Não foi pra difundir você que você nasceu de pai e mãe – foi para identificar você,

Não foi pra que você fosse indeciso, mas que fosse decidido ;

Alguma coisa há tempos preparada e informe chegou e se formou em você,

Portanto você está salvo, haja o que houver.

 

Os fios que foram tecidos estão reunidos …. a trama atravessa a urdidura … o padrão é sistemático.

 

Cada um dos preparativos compensaram ;

A orquestra já finou os instrumentos o bastante …. a batuta já deu o sinal.

 

(…)

 

A lei do passado não pode ser suprimida,

A lei do presente e do futuro não pode ser suprimida,

A lei dos vivos não pode ser suprimida… é eterna,

A lei da promoção e transformação não pode ser suprimida,

A lei dos heróis e benfeitores não pode ser suprimida

A lei dos bêbados e dos delatores e das pessoas mesquinhas não pode ser suprimida.

 

Fileiras negras lentamente se movem sobre a terra,

Carregando nortista e sulista… e os que estão no litoral do Atlântico e no litoral do Pacífico e aqueles no meio, e em toda a região do Mississippi …. e sobre toda a terra.

 

(…)

 

As hordas intermináveis de ignorantes e marginais não são uma coisa qualquer,

Os bárbaros da África e da Ásia não são uma coisa qualquer,

As pessoas comuns da Europa não são uma coisa qualquer …. os aborígenes americanos não são uma coisa qualquer,

Um cafuzo ou Crowfoot ou Comanche não são uma coisa qualquer, pessoa imoral não são uma coisa qualquer,

A perpétua sucessão de gente superficial não são uma coisa qualquer,

A prostituta não é uma coisa qualquer …. o zombador da religião não é uma coisa qualquer.

 

Eu devo ir com o resto …. estamos satisfeitos:

(…)

 

Devo seguir com o resto,

Não vamos parar num determinado ponto …. isso não é satisfação ;

Mostrar uma ou algumas coisas boas por um tempo – isso não é satisfação ;

Precisamos ter a raça indestrutível dos melhores, não importa o tempo,

 

Se no entanto tudo terminar em cinzas de estrume,

Se vermes e ratos roerem, então suspeita a traição e morte.

 

Você desconfia da morte? Se eu desconfiasse da morte, morreria agora mesmo,

Acha que eu poderia caminhar feliz e bem-vestido rumo à aniquilação?

 

Feliz e bem-vestido vou,

Não sei dizer pra onde, mas sei que é bom

O universo todo indica que é bom,

Passado e presente indicam que é bom.

 

Que bonitos e perfeitos são os animais! Como minha alma é perfeita!

Como é perfeita a terra, e a coisa mais insignificante sobre ela!

O que é chamado de bem é perfeito, e o que é cahamado de pecado também;

Os vegetais e os minerais são todos perfeitos .. e os fluidos imponderáveis são perfeitos;

Lentamente e com certeza chegaram até aqui, e lentamente e com certeza irão mais além.

 

Oh, minha alma! Se a percebo me satisfaço,

Animais e vegetais! Se os percebo me satisfação,

Leis da terra e dor ar! Se as percebo me satisfaço!

 

Não sei definir minha satisfação .. e no entanto a sinto,

Não sei definir minha vida .. e no entanto a sinto.

 

Juro que agora sei que cada coisa tem uma alma etnerta!

As árvores enraizadas no chão …. as algas marinhas trem …. os animais.

 

Juro achar que só a imortalidade existe!

E  que este estranho esquema é por ela, e a flutuação nebulosa é por ela, e a atração é por ela,

E todo preparativo é por ela ..e a identidade é por ela ..e a vida e a morte, por ela.

 

Walt Whitman – Folhas de Relva [Pensar no Tempo]

Anúncios

0 Responses to “Os fios que foram tecidos estão reunidos em Whitman e nas cores em leque de Bernard Buffet.”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: